Como interpretar o meu ascendente? Saiba o que ele quer dizer

No último post ensinamos a como calcular o ascendente baseando-se no seus signo sol. Lá você vai entender de uma vez por todas como interpretar o seu mapa astral. Mas certamente quer saber mais informações do que significa o seu ascendente.

Agora que você já sabe qual ele é segue uma lista com as características dos ascendentes de cada signo e como isso pode influenciar na sua personalidade e forma com que se apresenta para o mundo.

Ascendente Touro

Ai, ascendente em Touro… você é um ‘heartbreaker’! Você tem esse “não sei o quê” que faz com que todo o mundo virar a cabeça quando passas. E se amo, para que negá-lo. O seu caso são as profissões com talento, como a dança ou a cozinha. Além disso, você odeia que te mudem os planos, já que você é muito teimoso. Você está seguro de que não é Touro com ascendente Touro?

Ascendente Gêmeos

Se há algo que se caracteriza é que você está sempre fazendo gestos com as mãos, quando fala com as quais centenas? você milhares? de pessoas que você conhece, graças a seu dom para socializar. Você é muito curioso e tudo o que te rodeia te parece interessante. Não obstante, isso pode fazer com que te custe comprometer-se com alguém ou algo.

Ascendente Câncer

Se considerada a ‘mãe’ do grupo, graças ao que você sempre tem uma palavra de apoio para os seus amigos. Você é meiga, sensível e você se preocupa muito com os outros. Pura empatia! No entanto, não é assim com todo mundo, já que prefere se aproximar de forma cautelosa a pessoas desconhecidas. Mas uma vez removido o casco, é todo amor.

Ascendente Leão

A essência do leão é tão poderosa que, mesmo que o seu signo do zodíaco seja contrário a Leão, chamas a atenção de todos os que te cercam com sua luz e vitalidade inatos —e isso que eu te amo. Não obstante, isso não significa que sejas bondoso, humilde e generoso. Ao contrário! Você adora socializar e ajudar os outros em tudo o que necessitarem. O melhor de cada casa.

Ascendente Em Virgem

Não lhe escapa um! Está sempre com um olho observando tudo o que há ao seu redor, com dois objetivos muito claros: controlar tudo e verificar que todo o mundo está confortável. Destacas por sua humildade e sensibilidade, apesar de muitas vezes você quente da boca de criticar o que não gosta, já que não suportadas a hipocrisia. Raio x finalizada.

Ascendente Libra

Encantador é o seu segundo nome. Você é esperto e gosta que o mundo esteja em harmonia. No entanto, como se costuma parecer bem tudo o que fazem os outros —já que não julga ninguém— é muito possível que idealices a pessoas, que depois se decepcionou. Mas não altere neste aspecto, se torna único e especial.

Ascendente Escorpião

Você é o típico exemplo de andorinha, andorinha e andorinha tudo aquilo que eu não gosto, até que explotas. Por quê? Você tem pinta de ‘tipa dura’. Possui presença, um olhar penetrante e, às vezes, podem dar por borda. Não obstante, todos sabemos que guarda um coração aí embaixo cheio de amor e arco-íris.Ascendente Sagitário

‘A vida é um carnaval’ é o seu estilo de vida. Você é extrovertida, animada e inspira até ao próprio Pinterest, fonte de inspiração por excelência. Além disso, você tem a típica flor no cu que faz com que quase tudo te vá bem. Você pode pedir algo mais? Sim, Claro! Você faz ‘thank u, next’ para tudo o que não se gosta com (talvez) muita facilidade. Mais eu quero ser como tu.

Ascendente Capricórnio

Você Se dá bem com a música? É graças ao seu ascendente em o astro. Ao igual que essa sensatez, seriedade e responsabilidade que sabe tirar da maga quando mais precisa. Isso sim, muitas vezes, não está de mais baixe um pontinho de retidão. Os que estão ao seu redor agradecer.

Ascendente Aquário

Você foi pego. Esse pontinho alternativo/passo de tudo não é no sentido de que todos pensam. Vale o que você é original, muito extravagante e quer o diferente do convencional. Mas é por causa da essência e visão de mundo que você tem: uma sociedade forte e humanitária. Seja você mesma sempre.

Ascendente Peixes

#Fluindo seria seu TT, dia após dias. Sabe acondicionarte a todas as situações que se ponham por diante, de se tornar a alma de uma festa estilo ‘Project X’, ao manter a compostura no evento mais chato e formal do ano. Além disso, você é tão carinhoso e cortês amizade que ficou tanta magia, que se consideram quase uma criatura sobrenatural.

Como saber meu ascendente? Entenda como funciona e como calcular

A astrologia define a sua personalidade de acordo com o seu signo, quer dizer que estuda as semelhanças de todos aqueles que, como você, nasceram sob um céu astral semelhante. Muitas combinações diferentes determinam a nossa maneira de ser e de lá a complexidade de uma carta astral. Quer saber tudo sobre seu signo, você se encontra no lugar indicado.

Assim que já saber como funciona o sistema de Signos por Mês basta partir para o cálculo do ascendente, que deverá ter algumas intervenções na personalidade do seu signo Sol, o que realmente mostra como você é e não como se mostra para os outros.

O que significa o signo ascendente e como ele influencia na interpretação da sua personalidade?

Além de seu signo solar em seu tema natal determina também o seu signo ascendente, ou seja, o sinal que se encontra no horizonte em seu céu no momento de seu nascimento. Este sinal indica a sua maneira de interagir com os outros. Representa o que projeta come pessoa perante aqueles que te rodeiam. Também pode determinar a sua aparência física. Seu Ascendente afeta a sua vida amorosa e mostra a razão por que você pode se sentir atraído/a por um Signo Solar totalmente incompatível.

Planeta regente

Você sabia que cada signo do zodíaco tem um planeta regente? Um planeta que transfere suas particularidades e características, e cuja influência não pode ser ignorado. Tens a força de Marte, a inteligência de Mercúrio, a sutileza de Vênus ou o carisma de Plutão, talvez seja A Lua, o astro que se rege.

Os melhores tarô, astrólogos e numerólogos à sua disposição imediatamente e em privado. Resolvido o quanto antes as suas dúvidas sobre o futuro.

Ascendente vs. signo do zodíaco

A primeira coisa a saber é a diferença entre signo e ascendente. Um é a constelação em que se encontrava o Sol quando nasceste. É dizer, o seu aniversário é o dia x do mês x, o que é x sinal. Você é de Aquário, porque o Sol estava Aquário quando respiraste fora do útero, pela primeira vez, e isso representa “a nossa personalidade básica do dia-a-dia. A identidade que surge com as pessoas que realmente nos conhecem”, explica a especialista.Mas, por que é tão importante o seu signo ascendente? Muito simples. A sua carta astral —a representação da posição dos planetas e estrelas no momento em que nasceste— se dividido em doze casas ou frações, as quais representam uma área diferente de sua vida.

Uma vez que você tenha entendido isso, conhecer o seu signo ascendente é muito fácil. Você só tem que saber o local, a hora e a data de seu nascimento. Depois, você deve procurar na tabela que aparece abaixo do seu signo e enquadrá-lo com o intervalo horário. Pronto! (você também pode usar uma calculadora de ascendente).

Te tem tocado o primeiro sinal da roda astral, o que significa que você é forte, direto e seguro de si mesmo. Seja qual for o ponto que você represente, você é uma pessoa que vai direto ao ponto e não se esconde atrás dos outros para dar seu feedback. Além disso, como o número um, se gostam de liderar, e você é muito empreendedor.

cortina-blecaute

Cortina blecaute na sala?

A cortina para sala blecaute é uma excelente solução para quem busca uma forma de cortar a luz externa e garantir um ambiente agradável e com mais privacidade.

Mas, o que é e como funciona a cortina para sala com blecaute? A seguir, damos essas informações e outras sobre esse tipo de cortina. Confira e entenda como ela pode lhe ajudar!

 

O que é a cortina blecaute?

Trata-se de uma cortina feita com material mais grosso, como o PVC, poliéster e algodão. Por isso, é capaz de bloquear a entrada da luz externa, garantindo um ambiente mais escuro e agradável.

Justamente por isso, a cortina blecaute sempre foi utilizada em quartos, para contribuir com uma boa qualidade do sono, evitando despertar assim que amanhece.

Mas, o uso do blecaute não se limita a somente esse ambiente: dá para utilizá-lo na sala a aproveitar uma série de benefícios no dia a dia, sobretudo ao assistir a filmes.

 

Benefícios da cortina blecaute na sala

E quais seriam, exatamente, os benefícios proporcionados pela cortina para sala blecaute? Listamos os principais para exemplificar o que é possível obter ao utilizá-la:

 

  • Bloqueio da luz externa, o que possibilita assistir a filmes, séries e seus programas favoritos sem reflexos / interferências da luminosidade;
  • Retenção do calor proveniente do ambiente externo, contribuindo para o conforto térmico da sala;
  • Melhora da acústica do cômodo, porque a cortina blecaute é mais grossa e consegue abafar parte do ruído externo;
  • Mais privacidade, evitando que vizinhos vejam o que se passa na sala.

 

Como comprar cortina blecaute para sala?

Existem algumas dicas especiais para acertar na compra da cortina para sala pequena ou grande. O segredo é sempre medir a janela, para escolher um modelo que a cubra perfeitamente.

Além disso, compre cortina para sala grande blecaute numa cor neutra ou que seja semelhante a um tom utilizado no restante da decoração, o que garantirá um visual harmonioso.

Nova Lei de Bases e Diretrizes do Brasil – Saiba como funciona

Durante o período de seis anos 1995-2000, um conjunto de novas políticas educacionais foi aplicado no Brasil em todos os níveis de ensino, o que elevou o número total de estudantes para quase 55 milhões. Como resultado, houve uma forte expansão do ensino fundamental, cujo número de graduados cresceu 50,1% entre 1994 e 1999. No mesmo período, os graduados do ensino médio aumentaram 67,8%.

Paulo Renato Souza, Ministro da Educação do Brasil, analisa as recentes conquistas da educação brasileira em artigo publicado pela Revista CEPAL. Segundo ele, aqueles que buscam ascensão econômica e social, bem como a própria economia – cada vez mais urbanizada e complexa e mais exposta à concorrência externa – atualmente exercem forte pressão para melhorar as condições educacionais.

Mudanças na Lei de Diretrizes e Bases da Educação

O sistema educacional brasileiro é predominantemente público, exceto no nível superior, e possui caráter diversificado e descentralizado. A nova Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional redefine as responsabilidades de cada sistema educacional (federal, estadual e municipal) e confere à escola maior autonomia, torna o conteúdo mais flexível e estimula a qualificação da profissão docente. De fato, estipula que até o ano de 2007 todos os professores básicos deverão ter ensino superior.

A lei desencadeou um amplo processo de municipalização do ensino fundamental e do estado do ensino médio. O esforço do governo federal agora está focado em promover a expansão da qualidade das oportunidades educacionais. Destina-se especialmente à população em idade escolar, mas também busca garantir oportunidades de renda para quem não teve acesso à educação em idade adequada.

Alguns programas têm sido particularmente bem-sucedidos, como o Alimentação Escolar, chamado de ‘lanche escolar’, que fornece uma refeição diária para 36 milhões de crianças na escola primária e pré-escolar durante os 200 dias do ano letivo. Muitos diretores de escola acreditam que o lanche da escola é a principal refeição do dia para a maioria dos alunos.

Da educação infantil ao ensino superior no Brasil – Disciplinas, Currículo e Idades

Foi demonstrado que mais da metade da população é analfabeta funcional, ou seja, cerca de 68% da população tem dificuldade em ler e 7% é analfabeta total. Em teoria, o governo brasileiro oferece educação gratuita e obrigatória de 6 a 14 anos, embora seja preferível frequentar centros privados.

A educação no Brasil é controlada principalmente pelo governo federal, então os governos locais estabelecem programas educacionais. O sistema de ensino obrigatório é dividido em dois blocos principais: educação básica e educação superior, embora exista uma educação prévia opcional. No caso das estatais (prefeitura e estaduais) a inscrição pode ser feita online com a ajuda do passo a passo que consta em: http://matriculaescolar2020.com.br/ para cada cidade.

Educação Infantil

Conhecida loucamente como Educação Infantil é completamente voluntária. Existem duas opções:

Creches maternas ou públicas para crianças de 2 a 5 anos. É basicamente um jardim infantil onde as crianças aprendem a socializar.

Jardim para crianças de 3 a 6 anos, com uma abordagem mais acadêmica.
Para determinar a melhor opção, as escolas brasileiras se reúnem com os pais e a criança e, dependendo das habilidades acadêmicas e sociais da criança, é decidido. Ambos os centros são gratuitos.

O único curso obrigatório de educação pré-escolar é o último, chamado de “aulas de alfabetização.

 

Educação básica no Brasil

A escolaridade no Brasil é obrigatória para crianças entre 6 e 14 anos, durante as quais os alunos devem estudar um segundo idioma, geralmente espanhol, inglês ou francês. A prática usual, tanto em escolas públicas quanto privadas, agrupa as crianças de acordo com a idade, embora os alunos que demonstram um nível mais alto possam ser colocados em um nível mais alto. No final do ano acadêmico, os alunos terão que fazer um exame para determinar se passam para o próximo curso ou não. Esta educação básica é dividida em duas etapas:

Ensino fundamental I (ensino fundamental I): de 6 a 10 anos. Os alunos têm apenas um professor e aprimoram suas habilidades em matemática, português, ciências, artes, história, geografia e educação física.

Ensino fundamental II (Ensino Fundamental II): de 11 a 14. O conhecimento adquirido é reforçado e ampliado e pelo menos uma outra língua é estudada.
Existem algumas escolas particulares no Brasil, incluindo as religiosas, que dividem o ano acadêmico em níveis de capacidade acadêmica por classes, no entanto, essa prática é cada vez menos comum.

Educação secundária (Ensino Médio)

Existem três cursos não obrigatórios de 14 a 17 anos, em que os estudantes são preparados para o ensino superior, geralmente para a universidade pública. Os cursos são ministrados, tanto na escola particular que os alunos frequentaram quanto em centros específicos onde eles preparam os alunos para os exames de admissão na universidade. Depois que os alunos passam, eles obtêm um certificado do Ensino Médio.

Existe a possibilidade de cursar o ensino médio técnico por mais quatro anos, focado no mundo do trabalho, obtendo um certificado técnico de nível médio.

Preço médio das matrículas e custos para estudar no Brasil

As escolas públicas no Brasil são gratuitas, mas as taxas das escolas particulares podem custar entre 500 e 1500 reais por mês, embora as escolas internacionais credenciadas possam custar milhares de dólares por mês. Além disso, deve-se ter em mente que as escolas particulares cobram uma taxa de inscrição que corresponde ao pagamento mensal; portanto, será necessário fazer 13 pagamentos mensais por ano.

Para aliviar o tráfego, empresas do Brasil pedem a seus funcionários trabalhem a partir de casa

Geralmente situados em lados opostos, os ‘hackers’ e as empresas de são Paulo encontraram, no entanto, um inimigo comum: o avassalador trânsito da maior cidade da América do Sul, onde se mobilizam diariamente 7.5 milhões de veículos.

Os 11 milhões de habitantes desta megalópole apoiam a iniciativa. Não só por 3 ou 4 horas diárias que perdem no trânsito imóvel, mas também porque é um tema muito sensível socialmente. Os custos e a qualidade do serviço de transporte público foram o estopim de protestos violentos de junho do ano passado.

Além disso, as melhorias em mobilidade prometidas para a Copa do Mundo deste ano foram atrasado e terão um custo de 54 milhões de reais (US$23 milhões) a mais do que o previsto. Uma delas só estará disponível depois de terminar o torneio.

As boas notícias: duas experiências-piloto mostram que o déficit de infra-estrutura pode ser compensado, ao menos em parte, com criatividade e tecnologia.

Um busca o que os paulistas usam menos o carro e mais o transporte público; o outro pretende-se melhorar a qualidade desse transporte através de -passe a redundância – aplicativos móveis.

Viagens sem carro

Dez empresas locais, de tamanho médio, com um total de 1.500 funcionários, ofereceram ao seu pessoal a possibilidade de ter horários flexíveis ou trabalhar a partir de casa. Também fornecem subsídios para aqueles que usam o transporte público, veículos fretados ou de bicicleta. a percentagem de trabalhadores que levam passou de 53% para 50%. O uso do transporte público, por sua vez, aumentou de 29% para 31%. Também o uso de veículos fretados aumentou de 6% para 10%.

A alteração pode parecer pequena, mas é sintomático, tendo em conta que a participação é voluntária. Quando olhamos para os números das empresas de forma individual, percebe-se que há melhores resultados quando a direção da empresa se envolve.

Apoio móvel

Cadê o Ônibus? (Onde está o ônibus?) é parte do esforço para melhorar a qualidade do transporte de massa, dando-lhe mais controle ao usuário. A aplicação foi escolhida como vencedora de um grupo de 15 applicacioness finalistas em um concurso público. A ‘app’ alerta os usuários sobre a quantidade de passageiros que viajam em uma determinada unidade, além de outros problemas em tempo real, como por exemplo, o tráfego e os horários de chegadas dos ônibus para a estação.

Conheça 4 responsabilidades do Detran SP

Se você é do estado de São Paulo, provavelmente você já ouviu falar sobre o Detran SP, afinal, ele está presente em todos os assuntos que remetem ao trânsito.

Se ainda tem dúvidas do que é ou como funciona esse órgão, este é o post certo para você! Confira 5 das responsabilidades principais do Detran SP.

O que é o Detran?

O chamado Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran-SP) foi criado em 1903, com o nome de Diretoria do Serviço de Trânsito, e tinha, basicamente, a função de disciplinar o trânsito. Os serviços principais você pode acessar a partir de detransp2020.com.br com tutoriais completos de como fazê-los por meio da online no site oficial ou aplicativo disponível na Play Store e Apple Store. 

1. Carteira Nacional de Habilitação

A responsabilidade mais conhecida do Detran SP é a emissão da Carteira Nacional de Habilitação, CNH. É este órgão que faz a realização das aulas teóricas, da prova teórica, dos exames psicológicos e físicos, da capacitação do motorista para dirigir, das aulas práticas, da prova prática, e, finalmente, da emissão da habilitação.

Embora a carteira de habilitação seja emitida no Detran de cada estado, ela é válida em todo o território nacional. É o Detran SP quem monita todas as CNH emitidas no estado e concede as permissões para novos motoristas.

A emissão da carteira nacional de habilitação é responsabilidade do Detran SP (Reprodução/Detran)

2. Permissão para dirigir e segunda via

Desse modo, é o Detran SP quem emite a segunda via da carteira de habilitação, em caso de perda ou extravio, e também em caso de fim da suspensão do direito de dirigir.

Para os novos motoristas que passaram nos exames teóricos e práticos, é emitida uma Permissão para Dirigir (PPD), em vez da CNH. Se o portador não cometer nenhuma infração de natureza gravíssima, grave ou média, após um ano ele recebe a habilitação definitiva.

Ambas são emitidas pelo Detran SP.

3. Autuação de motoristas

Não é responsabilidade do Detran SP monitorar infrações de trânsito, como, por exemplo, passar no sinal vermelho do semáforo ou estacionar em local proibido.

No entanto, quando essas infrações passam para a Polícia Militar, é o Detran quem aplica as devidas autuações. Dependendo da gravidade da infração cometida, reflete em pontos na carteira de habilitação – que, se chegarem a 20, resultam na suspensão do direito de dirigir –, multas, suspensão ou cassação da carteira.

É possível consultar todas essas medidas através do sistema digital do Detran SP, por ser ele quem monitora essas aplicações.

4. IPVA e DPVAT

O Detran SP também é responsável pelos débitos relacionados ao veículo. Os dois mais famosos são o IPVA e o DPVAT, ambos pagos no início do ano.

O chamado Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores se trata de imposto estadual com o objetivo de arrecadação de dinheiro sobre os veículos registrados no sistema.

É um imposto relacionado somente ao estado, sem vínculo com o Governo Federal. Esse dinheiro é arrecado pelo Detran, distribuído entre os locais de recolhimento e regularizando a situação do veículo.

O IPVA, recolhido pelo Detran SP, é relacionado apenas a veículos terrestres, ou seja, não aborda barcos ou aviações.

Já o Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres, conhecido por DPVAT, é um seguro pago obrigatoriamente junto da parcela do IPVA.

O dinheiro recolhido por esse seguro garante a indenização em caso de acidentes de trânsito, independente do culpado. Ele cobre mortes, invalidez permanentes e despesas hospitalares devidamente comprovadas.

Essas duas arrecadações relacionadas ao trânsito são de responsabilidade do Detran SP, assim como a emissão dos documentos que comprovam a regularidade da situação fiscal do motorista.

Quanto se paga de IPVA no Brasil? Confira aqui as taxas atualizadas

O IPVA (Imposto sob Propriedade de Veículo Autônomo) é um dos impostos mais custos aos brasileiros quando o assunto é ter um carro. E a taxa não é só para quem compra um zero quilômetros, mas implica a todos os veículos registrados com até 30 anos de fabricação – o que inclui ônibus, caminhões, aeronaves e até jetski.

Os valores são cobrados pelo Detran (Departamento Estadual de Trânsito) de cada estado e podem ser obtidos os boletos por meio do ipva.org. Entretanto, quem gerencia mesmo o dinheiro é a Secretaria de Fazenda de cada localidade do Brasil.

Se engana quem acha que o valor dos impostos recolhidos é usado somente na manutenção de rodovias. Conforme determina as leis de diretrizes orçamentárias o recolhimento pode ser usado para investir em qualquer projeto, o que deve ser definido pelos legislantes de cada estado até um ano antes no orçamento do ano.

Isso quer dizer que as parcelas caras do seu IPVA podem estar sendo usadas para a construção de uma nova creche – e não necessariamente tapar um buraco na rua.

Quanto se paga de IPVA no Brasil

Cada ano as alíquotas variam e são novamente divulgadas pelos estados. Entretanto, os valores médios da taxa são de 1% a 4% sobre o valor do carro. Para saber qual é ele usa-se a tabela FIPE como indicador.

No valor da Tabela FIPE os preços são calculados baseando-se no valor de mercado do veículo. Por isso, toda vez que passa um ano ou alterações no documento do veículo poderão trazer mudanças nos valores devidos de IPVA.

A taxação também é diferenciada por categoria de veículo. Em geral, quem transporta passageiros tende a pagar mais caro do que quem tem somente utilitários.

Confira o valor aproximado em cada um dos estados:

  • Acre – 2% – R$ 783,08
  • Alagoas – 2,75% – R$ 1.076,74
  • Amazonas – 2% – R$ 783,08
  • Amapá – 3% – R$ 1.174,62
  • Bahia – 2,5% – R$ 978,85
  • Ceará – 2,5% – R$ 978,85
  • Distrito Federal – 3,5% – R$ 1.370,39
  • Espírito Santo – 1% – R$ 391,54
  • Goiás – 3,75% – R$ 1.468,28
  • Maranhão – 2,5% – R$ 978,85
  • Minas Gerais – 4,0% – R$ 1.566,16
  • Mato Grosso – 2% – R$ 783,08
  • Mato Grosso do Sul – 3,5% – R$ 1.370,39
  • Pará – 2,5% – R$ 978,85
  • Paraíba – 2,5% – R$ 978,85
  • Paraná – 3,5% – R$ 1.370,39
  • Pernambuco – 3% – R$ 1.174,62
  • Piauí – 2,5% – R$ 978,85
  • Rio de Janeiro – 4,0% – R$ 1.566,16
  • Rio Grande do Norte – 3% – R$ 1.174,62
  • Rio Grande do Sul – 3% – R$ 1.174,62
  • Rondônia – 2% – R$ 783,08
  • Roraima – 3% – R$ 1.174,62
  • Santa Catarina – 2% – R$ 783,08
  • Sergipe – 2,5% – R$ 978,85
  • São Paulo – 4,0% – R$ 1.566,16
  • Tocantins – 2,5% – R$ 978,85

Para se fazer o cálculo foi usado como base o Onix Chevrolet Joy 1.0 zero km de janeiro de 2018 que tem o valor na Fipe fixado em R$ 39.154,00. O mesmo modelo é um dos mais vendidos no país desde 2016.

Como receber desconto

Quem pagar as parcelas em dia pode ganhar descontos e o pagamento à vista pode resultar em desconto de até 10% em alguns estados do Brasil. Entretanto, as parcelas são determinadas por cada Estado e devem ser divulgadas anualmente.

Outra forma de conseguir pagar a taxa em dia é usar os fundos da sua nota premiada como a Nota Paulista, Nota Carioca, Nota Gaúcha ou Nota Curitibana. Em qualquer local existe a possibilidade de usar os débitos para desconto do valor do IPVA – e sem precisar fazer transações financeiras complexas.

 

A realidade sobre o mercado automotivo no Brasil

Não é de hoje que se sabe que os preços dos carros no Brasil são mais altos se compará-los com o demais mercado automotivo. Entretanto, não é só na carteira que o brasileiro sai perdendo quando o assunto é ter um carro novo na garagem. Aqui, você descobre as verdades não ditas sobre o mercado automotivo brasileiro.

Custos extras repassado ao cidadão

Custos externos e impostos mais elevados em muitos mercados, há também a ação da famosa lei da oferta e da procura: quando a procura excede os preços da oferta sobe e vice-versa. Foi a explosão da demanda do mercado brasileiro que mais influenciou os preços até setembro de 2008.

Ampla oferta de crédito encarece os preços finais

A ampla oferta de crédito levou muitos consumidores a lojas. Com a produção no limite, auto, montadoras e concessionários poderia lidar com maior margem de lucro, uma vez que não tem o mercado automóvel. Assim, os preços subiram e as pessoas deixaram o carro para comprar, entre novembro e dezembro, quando a crise abalou o comportamento do mercado e o governo reduziu a recuperação de IPI, tem um melhor negócio.

Agora o jogo mudou. Com a queda nas vendas de carros, nenhum montador é arriscado, até agora, mudar a lista de preços. Para 2020 o mercado prevê-se um aumento dos preços, uma vez que os efeitos da redução dos preços e da desvalorização ainda não são claros e, portanto, difíceis de se prever.

A diferença de tecnologia em relação aos países desenvolvidos

A diferença de preços é ainda mais acentuada pela diferença tecnológica. Na Europa, a General Motors vende o Corsa de duas gerações mais jovens do que o modelo vendido no Brasil, com o número de aprimoramentos de segurança, como ABS, controle eletrônico de velocidade, controle de tração, controle de estabilidade, automático de correção do tempo de luzes, airbag de duas fases para motorista e passageiro, antifurto eletrônico, luz do travão adaptativa (pisca freio em caso de emergência), direção assistida, vidros elétricos, etc.. E o preço de um Corsa na Itália é de 12.401 euros, equivalente a R$ 38.690.

Uma versão mais completa do Modelo No Brasil é 1,8 Super Sport, com o valor de US $ 43,546. Entre os itens do modelo da série estão o sistema hidráulico de direção, alarme anti-roubo, luz de nevoeiro da lanterna acoplada traseira, pedal para baixo em caso de Impacto, Ar condicionado, janelas elétricas e fechaduras.

O mesmo é observado com produtos de outros fabricantes. O Fiat Punto com airbags, antifurto eletrônico, ABS, controle de tração, controle de estabilidade, etc.., De 11.901 euros, ou us $ 37.130. No mercado brasileiro, a versão de entrada do Punto 1.4 custa US $ 38.368 .

Mas a Ford Fiesta, uma geração mais jovem, custa 11.151 euros, equivalente a r $ 34.790 e vem com ABS, airbags dianteiros, lado e pernas do motorista, antifurto eletrônico, direção elétrica, um dispositivo para prevenir o fogo, entre outros itens . Uma versão mais completa da Fiesta no Brasil – com motor 1.6, direção hidráulica, airbag, freios ABS, entre outros itens – deixa por US $ 45.685.

 

Prateleiras para cozinha

Como usar prateleiras na decoração da sua casa

As prateleiras flutuantes na cozinha se tornaram uma alternativa muito popular para usar exclusivamente como armários superiores. Eles são frequentemente feitos de madeira pintada, madeira manchada (aparência rústica ou moderna) ou metal.

A principal razão pela qual as prateleiras flutuantes são tão populares é porque elas são mais baratas do que os armários fechados e também quebram a monotonia de vários gabinetes idênticos seguidos.

Muitas pessoas preferem a mistura de armários superiores e prateleiras flutuantes porque os itens nas prateleiras podem adicionar alguma cor a uma cozinha um tanto estéril. Outras pessoas usam prateleiras flutuantes acima de seus armários inferiores e não usam armários superiores.

É importante se certificar se o local que você irá colocar suas prateleiras flutuantes sejá fácil de limpar. As estantes abertas permitem que mais poeira seja depositada nos itens do que as estantes fechadas. Isso é especialmente um problema em uma cozinha, já que é onde a gordura fica em toda parte, mesmo que você não a veja. A graxa aterra nos itens e cria quase uma cola onde a poeira é atraída e grudada.

Muitas pessoas gostam de guardar seus pratos do dia a dia em prateleiras flutuantes para garantir que sejam limpos regularmente e não coletem uma camada de poeira. Manter as prateleiras flutuantes limpas normalmente requer a remoção semanal de todos os itens nas prateleiras, limpar as prateleiras, depois limpar os itens que estavam nas prateleiras e finalmente devolver os itens para as prateleiras. Para reduzir a quantidade de poeira em sua cozinha, certifique-se de trocar regularmente os filtros de ar do seu ar condicionado, caso tenha um.  Para reduzir a quantidade de gordura na sua cozinha, também é ideal contar com um exaustor ou ventilação de descongelamento toda vez que cozinhar.

Também é importante estar atento as cores que fazem parte da cozinha, pois a combinação de itens excessivamente coloridos podem ser uma sobrecarga para os olhos.

Prefira decorar suas prateleiras usando várias cores neutras com apenas um tom chamativo, em uma menor quantidade. Se você é alguém que ama uma abundância de cores, selecione de 3 a 5 cores para itens em suas prateleiras flutuantes e apenas decore com itens nessas cores.

Essas cores podem ser repetidas em sua arte, tapete e outros acessórios em toda a sua cozinha para criar um design coeso. Evite decorar com as cores primárias de vermelho, amarelo e azul que tendem a parecer juvenis. Em vez disso, opte por cores mais exclusivas, como verde-maçã, turquesa, bordô, azul marinho, coral, orquídea, ferrugem, verde-azulado, verde-azulado, cobalto, ameixa, magenta ou verde esmeralda.