Os celulares mais bem avaliados de cada marca em 2020

O telefone celular hoje gerencia uma grande porcentagem de nossas atividades, das nossas atrações, de nossas vidas. Por isso é uma ferramenta quase que fundamental para todo o tipo de ação que fazemos. Então, nós vamos avaliar, comparar e escolher qual é a melhor marca de celulares entre Xiaomi, Huawei e Samsung. Tirar uma conclusão que se concentre em seu melhor desempenho e funcionalidade.

O mercado de móveis é muito competitivo, assim, que as empresas só se dão um mês de trégua para o ano: janeiro. Os principais lançamentos são divididos em dois períodos: fevereiro e março, onde as marcas asíaticas mostraram seus smartphones de referência para todo o ano, e em agosto e setembro, que costuma ser quando a Apple e Google lançam seus modelos mais esperados. Vamos dar uma olhada no melhor móvel da Samsung, Huawei, Xiaomi e outras empresas que conheceremos neste mês.

Tradicionalmente, as grandes marcas apresentaram suas melhores propostas, no Mobile World Congress, ou em torno dele. Agora que foi cancelado, o farão em eventos paralelos, ou em streaming. O mais comum será mostrar o móvel trending para a temporada, que depois pode sofrer diferentes variações ao longo do ano, com o lema Note, Pro, S, etc.

Os fabricantes mais potentes apresentam, não um, mas vários móveis este mês. Para que não se torne pesado, escolhemos um deles, o melhor de cada marca. Se você vai comprar um móvel para os próximos meses, estes vão ser a referência. Como vamos ver, a tendência para esse ano serão as telas de 90 ou 120 Hz, câmeras de 108 MP e processador Snapdragon 865 ou equivalente.Uma vez que apenas foi incluído um móvel por marcas ficam fora outros muito interessantes, especialmente móveis dobráveis ou de gama média e baixa. Dê uma olhada na reportagem Os melhores celulares do mercado, que veremos em 2020 para descobrir outros modelos que serão apresentados este ano.

Agora sim, estes são os melhores móveis de cada fabricante, que serão apresentados em fevereiro:

Os celulares mais bem avaliados de cada marca em 2020

  • Xiaomi Mi 10 Pro
  • Samsung Galaxy S20 Ultra 5G
  • Motorola Edge+
  • Pocophone F2
  • Nokia 9.2 Pureview
  • Sony Xperia 1.1
  • Huawei P40
  • Eealme X50 Pro 5G
  • Xiaomi Redmi 9
  • LG V60 ThinQ 5G

Compare aqui: Xiaomi 8 Vs Xiaomi 9 – qual é melhor?

Xiaomi Redmi 8 ou Xiaomi 9 – Qual é melhor? Comparação

Xiaomi nos oferece importantes modelos dentro dos mesmos faixas de preço, muitas vezes é difícil saber qual escolher, por exemplo, entre a o Xiaomi Redmi 8 e o Xiaomi Mi 9. A companhia chinesa oferece o Xiaomi Mi 9 por um preço muito tentador, em relação ao que poderia ser, no seu lançamento, o que torna possível que nos defrontamos ao gama média Redmi Note 8 Pro.

Antes de passar a conhecer as especificações dos dispositivos, devemos conhecer bem as nossas necessidades para conseguir fazer com o que precisamos. Ambos os terminais são uma boa opção para qualquer usuário, apesar de possivelmente baseada em câmeras, bateria ou potência, optamos por um ou outro modelo. Nada melhor do que comparar a ficha técnica para saber qual é o melhor.

Comparativo de telas e baterias

Nos encontramos diante de dois modelos que chegaram ao mercado com vários meses de diferença, mas devido a isso, existem diversas semelhanças no seu interior e exterior, onde o Redmi Note 8 Pro está baseado em vidro na sua parte traseira, como o Mi 9. Suas telas si que nos mostra diferenças, no caos do Mi 9 com 6,4 polegadas e tecnologia Amoled, enquanto que o Redmi Note 8 Pro é IPS com 6,53 polegadas.

Em tamanho, o Redmi Note 8 Pro é mais pesado, atingindo 199 gramas, em comparação com os 173 gramas de leve Mi 9. Isso é por causa da bateria, onde o Redmi Note 8 Pro conta com cerca de 4500 mAh, contra os escassos 3,300 mAh do Xiaomi Mi 9. Um aspecto importante já ter em conta, onde o Redmi Note 8 Pro, teremos várias horas a mais de autonomia, embora ambos os dispositivos utilizam o MIUI e será suficiente para terminar o dia.

Câmeras e potência

Depende de nossas preferências e necessidades, podemos optar por um dos modelos, em suas câmaras principais, nos encontramos com 64 Mpx no Redmi Note 8 Pro, contra os 48 Mpx do Mi 9. Ambos contam com uma lente grande angular, mais completa, no caso do Meu 9, embora igualmente válidas ambas. No entanto, no que diz respeito ao zoom só está disponível no Mi 9, permitindo-nos obter imagens à distância e de qualidade.

Preços  como fator determinante

Finalmente nos encontramos com o ponto-chave, o seu preço, onde o Xiaomi Mi 9 é mais caro, mas oferece-nos um dos melhores processadores, além de uma memória que começa com 128 GB e até mesmo nos permite optar por 256 GB e aditivos como o carregamento sem fio e inversa. No entanto, o Redmi Note 8, com suas boas câmeras nos permite ter um aparelho muito completo e equilibrado por um valor muito menor, com mais de 100 euros de diferença.

Fica nas mãos do usuário marcar quais são os pontos mais importantes, dependendo das suas necessidades, mas, possivelmente, em nossa opinião optaríamos com o Redmi Note 8 Pro, por a bateria e câmeras, deixando um pouco de lado o processador.

Quanto se paga de IPVA no Brasil? Confira aqui as taxas atualizadas

O IPVA (Imposto sob Propriedade de Veículo Autônomo) é um dos impostos mais custos aos brasileiros quando o assunto é ter um carro. E a taxa não é só para quem compra um zero quilômetros, mas implica a todos os veículos registrados com até 30 anos de fabricação – o que inclui ônibus, caminhões, aeronaves e até jetski.

Os valores são cobrados pelo Detran (Departamento Estadual de Trânsito) de cada estado e podem ser obtidos os boletos por meio do ipva.org. Entretanto, quem gerencia mesmo o dinheiro é a Secretaria de Fazenda de cada localidade do Brasil.

Se engana quem acha que o valor dos impostos recolhidos é usado somente na manutenção de rodovias. Conforme determina as leis de diretrizes orçamentárias o recolhimento pode ser usado para investir em qualquer projeto, o que deve ser definido pelos legislantes de cada estado até um ano antes no orçamento do ano.

Isso quer dizer que as parcelas caras do seu IPVA podem estar sendo usadas para a construção de uma nova creche – e não necessariamente tapar um buraco na rua.

Quanto se paga de IPVA no Brasil

Cada ano as alíquotas variam e são novamente divulgadas pelos estados. Entretanto, os valores médios da taxa são de 1% a 4% sobre o valor do carro. Para saber qual é ele usa-se a tabela FIPE como indicador.

No valor da Tabela FIPE os preços são calculados baseando-se no valor de mercado do veículo. Por isso, toda vez que passa um ano ou alterações no documento do veículo poderão trazer mudanças nos valores devidos de IPVA.

A taxação também é diferenciada por categoria de veículo. Em geral, quem transporta passageiros tende a pagar mais caro do que quem tem somente utilitários.

Confira o valor aproximado em cada um dos estados:

  • Acre – 2% – R$ 783,08
  • Alagoas – 2,75% – R$ 1.076,74
  • Amazonas – 2% – R$ 783,08
  • Amapá – 3% – R$ 1.174,62
  • Bahia – 2,5% – R$ 978,85
  • Ceará – 2,5% – R$ 978,85
  • Distrito Federal – 3,5% – R$ 1.370,39
  • Espírito Santo – 1% – R$ 391,54
  • Goiás – 3,75% – R$ 1.468,28
  • Maranhão – 2,5% – R$ 978,85
  • Minas Gerais – 4,0% – R$ 1.566,16
  • Mato Grosso – 2% – R$ 783,08
  • Mato Grosso do Sul – 3,5% – R$ 1.370,39
  • Pará – 2,5% – R$ 978,85
  • Paraíba – 2,5% – R$ 978,85
  • Paraná – 3,5% – R$ 1.370,39
  • Pernambuco – 3% – R$ 1.174,62
  • Piauí – 2,5% – R$ 978,85
  • Rio de Janeiro – 4,0% – R$ 1.566,16
  • Rio Grande do Norte – 3% – R$ 1.174,62
  • Rio Grande do Sul – 3% – R$ 1.174,62
  • Rondônia – 2% – R$ 783,08
  • Roraima – 3% – R$ 1.174,62
  • Santa Catarina – 2% – R$ 783,08
  • Sergipe – 2,5% – R$ 978,85
  • São Paulo – 4,0% – R$ 1.566,16
  • Tocantins – 2,5% – R$ 978,85

Para se fazer o cálculo foi usado como base o Onix Chevrolet Joy 1.0 zero km de janeiro de 2018 que tem o valor na Fipe fixado em R$ 39.154,00. O mesmo modelo é um dos mais vendidos no país desde 2016.

Como receber desconto

Quem pagar as parcelas em dia pode ganhar descontos e o pagamento à vista pode resultar em desconto de até 10% em alguns estados do Brasil. Entretanto, as parcelas são determinadas por cada Estado e devem ser divulgadas anualmente.

Outra forma de conseguir pagar a taxa em dia é usar os fundos da sua nota premiada como a Nota Paulista, Nota Carioca, Nota Gaúcha ou Nota Curitibana. Em qualquer local existe a possibilidade de usar os débitos para desconto do valor do IPVA – e sem precisar fazer transações financeiras complexas.

 

A realidade sobre o mercado automotivo no Brasil

Não é de hoje que se sabe que os preços dos carros no Brasil são mais altos se compará-los com o demais mercado automotivo. Entretanto, não é só na carteira que o brasileiro sai perdendo quando o assunto é ter um carro novo na garagem. Aqui, você descobre as verdades não ditas sobre o mercado automotivo brasileiro.

Custos extras repassado ao cidadão

Custos externos e impostos mais elevados em muitos mercados, há também a ação da famosa lei da oferta e da procura: quando a procura excede os preços da oferta sobe e vice-versa. Foi a explosão da demanda do mercado brasileiro que mais influenciou os preços até setembro de 2008.

Ampla oferta de crédito encarece os preços finais

A ampla oferta de crédito levou muitos consumidores a lojas. Com a produção no limite, auto, montadoras e concessionários poderia lidar com maior margem de lucro, uma vez que não tem o mercado automóvel. Assim, os preços subiram e as pessoas deixaram o carro para comprar, entre novembro e dezembro, quando a crise abalou o comportamento do mercado e o governo reduziu a recuperação de IPI, tem um melhor negócio.

Agora o jogo mudou. Com a queda nas vendas de carros, nenhum montador é arriscado, até agora, mudar a lista de preços. Para 2020 o mercado prevê-se um aumento dos preços, uma vez que os efeitos da redução dos preços e da desvalorização ainda não são claros e, portanto, difíceis de se prever.

A diferença de tecnologia em relação aos países desenvolvidos

A diferença de preços é ainda mais acentuada pela diferença tecnológica. Na Europa, a General Motors vende o Corsa de duas gerações mais jovens do que o modelo vendido no Brasil, com o número de aprimoramentos de segurança, como ABS, controle eletrônico de velocidade, controle de tração, controle de estabilidade, automático de correção do tempo de luzes, airbag de duas fases para motorista e passageiro, antifurto eletrônico, luz do travão adaptativa (pisca freio em caso de emergência), direção assistida, vidros elétricos, etc.. E o preço de um Corsa na Itália é de 12.401 euros, equivalente a R$ 38.690.

Uma versão mais completa do Modelo No Brasil é 1,8 Super Sport, com o valor de US $ 43,546. Entre os itens do modelo da série estão o sistema hidráulico de direção, alarme anti-roubo, luz de nevoeiro da lanterna acoplada traseira, pedal para baixo em caso de Impacto, Ar condicionado, janelas elétricas e fechaduras.

O mesmo é observado com produtos de outros fabricantes. O Fiat Punto com airbags, antifurto eletrônico, ABS, controle de tração, controle de estabilidade, etc.., De 11.901 euros, ou us $ 37.130. No mercado brasileiro, a versão de entrada do Punto 1.4 custa US $ 38.368 .

Mas a Ford Fiesta, uma geração mais jovem, custa 11.151 euros, equivalente a r $ 34.790 e vem com ABS, airbags dianteiros, lado e pernas do motorista, antifurto eletrônico, direção elétrica, um dispositivo para prevenir o fogo, entre outros itens . Uma versão mais completa da Fiesta no Brasil – com motor 1.6, direção hidráulica, airbag, freios ABS, entre outros itens – deixa por US $ 45.685.